terça-feira, 23 de outubro de 2007

Retalhos da vida dum Algarvio - Parte 2

Na Polónia tudo acontece mais cedo do que em Portugal. Começa-se a trabalhar mais cedo por isso as pessoas levantam-se mais cedo. Também saem naturalmente mais cedo dos empregos para regressarem mais cedo a casa, jantarem mais cedo e deitarem-me muito mais cedo.

Um dia de trabalho na Polónia será assim:

6:30 - Despertar

6:45 - Pequeno-almoço. Esta refeição não pode ser negligenciada pois será a única nas próximas 6/8 horas. Normalmente fartas fatias de saboroso pão barradas com manteiga irlandesa e generosamente encimadas por delicioso fiambre polaco. Aqui a Polónia leva a palma! Enchidos, fumados, carnes diversas, patés é com os polacos. Era capaz de gastar um salário inteiro numa charcutaria. E o pão é da morte pois é pejado de sementes e grãos de cereais tornando-o bastante suculento.

7:00 - Carro na rua para conduzir até ao emprego. Consulta aos termómetros existentes na estrada que nunca vi acusar temperaturas acima de 10ºC. Ultimamente oscilam entre os 1º e 4º, estando o piso geralmente mais quente dois graus. A experiência de conduzir espremido entre o cinto de segurança e 2 casacões é indescritível. A lembrança da minha scooter assalta-me e imagino-me em cima dela a vir da praia de tronco nu às oito da noite já com dez imperiais no bucho.

8:00 - Começar a trabalhar. É indispensável entrar com um capuccino, caffe al latte ou um americano na mão para arribar os sentidos e despertar os neurónios. Durante a manhã é comum verem-se chávenas a dançar nos escritórios ao serem constantemente reabastecidas.

12:00 / 13:00 - Pausa para o almoço, habitualmente de 15/20 min. Os polacos não têm "hora do almoço". Têm quando muito "pausa para comer qualquer coisa" sendo esta "coisa" uma sopinha ou uma sandocha feita em casa. Antes desta pausa já foram bebidos mais 2 ou 3 cafés e após esta pausa bebe-se mais um para embalar a tarde.

16:00 - Final do dia de trabalho. As pessoas vão para casa almoçar a sério ou aproveitam para ir às compras. Muitas preferem ocupar-se com outros empregos para ganharem alguns złotych mais, outros fazem capoeira, nadam, ou vão para o ginásio e ainda outras pessoas optam por tirar cursos complementares, como estudar português com este vosso escriba.

18:00 / 20:00 - Período de tempo passado em casa com a família ou na rua. Se estiverem em casa os polacos provavelmente estarão na hora do "jantar". Jantar entre aspas porque esta refeição consiste em pãozinho cortado às fatias e comido com tomate, cebola e os abomináveis pepinos envinagrados que de acres que são criam faíscas nos dentes. Como alternativa, em vez de legumes, podem-se utilizar enchidos polacos que são de magnífica qualidade, não me canso de frisar. O chá escaldante acompanha a refeição. Se andarem na rua, os polacos certamente estarão no supermercado ou a fazer uma pausazinha para o café porque o dia está "fresco".

21:00 - Dois dedos de conversa entre família após o chá, discutindo os dias de trabalho de cada qual. Progressivamente os elementos vão desaparecendo até o último dizer "Bom, vou dormir."

22:00 - Cama!


É de facto um ritmo diferente mas que tem as suas vantagens como dispor de grande parte da tarde disponível para outras actividades, sejam de lazer ou um part-time para tratarem do pé-de-meia. O dia começa mais cedo mas também estão despachados mais cedo.

O que faz-me confusão é o horário das refeições. Comer 8 horas após o pequeno-almoço é ainda complicado para mim e ter apenas uma sandes à minha espera às 21:30 (tem dias que só chego a essa hora) quando venho da Escola é criminoso. Felizmente já constataram que o meu apetite ainda não está feito aos hábitos de Leste e tenho contado com uma segunda refeição quente e de faca e garfo quando chego a casa. Ontem foi um linguadinho maravilha, soube a pato!

5 comentários:

melga mike disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
melga mike disse...

codfish who tastes like duck… wonderfull literary moment!

Merx disse...

Já fomos outra vez ... Sovi ... como n tavas fui bebendo as tuas :)
Atão n sabes ... Julio

PM Misha disse...

melga: chprimenta andares uma semana a carne com couve caté cru mamas o pêxe.

merx: soubésse eu que vcs tinham regressado sem dizerem-me nada! eu q soubésse!

Jarosinski Brasil disse...

Caro Algarvio
descobri seu blog navegando na Internet e sem pedir licença, publiquei este seu relato no meu blog JAROSINSKI do Brasil - http://iarochinski.blogspot.com. Espero que não se importe. Aproveito para convidar a visitar o meu e comprovar a publicação. verá que sou um polaqueiro - metade polaco, metade mineiro. Uma espécie de mistura polaco-portuguesa brasileira. Parabéns e aparecendo em cracóvia novamente dê noticias. tenho uns amigos portugueses aqui, além é claro dos brasileiros. forte abraço Ulisses iarochinski