segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Postais da Polónia - 6

O Verão polaco começa a sair de fininho do país. Já não faz aquele calor seco de há semanas atrás, o sol vai se despedindo e dirigindo para a porta de saída como um amigo que sai do café onde estamos. De vez em quando sente-se uma baforada quente que mais não é senão o canto do cisne estival e começamos a fazer contas à roupa de Inverno. Os mais experientes dizem-me que daqui a duas semanas acaba-se a mamagem, entra a chuva e que a meio de Setembro as temperaturas caem 10º para estabilizarem nos 14/17ºC. É tempo de preparar-me psicologicamente para a agrura dos 6 meses que se seguem e espremer o sumo que resta do Verão mais diferente que passei até hoje.

Não noto muitas diferenças nas roupas dos polacos desde que o tempo começou a arrefecer pois muitos continuam com os calções de ténis e t-shirts que adoptaram desde o início da estação. Eu já não saio muitas vezes de bermudas e chinelos como saía há um mês atrás e mantive as sandálias de praia guardadas para melhor oportunidade. Coisa que vi e que me admirou foi alguns polacos calçarem sandalinhas, de praia ou não, quando o tempo já não está para isso. A maior piada vem do facto de eles adequarem a vontade de usar sandálias com o tempo mais fresco que se vem sentindo. Qual é a solução? Calçar peúgos.

Assim que nos vários transportes públicos de Varsóvia tenho-me entretido a olhar para os calcantes dos anónimos transeuntes, verificando se é moda passageira ou hábito enraizado este de calçar sandálias com peúgos. O facto é que este é um fenómeno transversal que atravessa diversas faixas etárias da sociedade polaca, mais nos homens que nas mulheres. Vejo jovens imberbes, homens de meia-idade e senhores de outros tempos a exibirem as meias das raquetes ou o seu buraquinho no peúgo com despreocupação, preferindo a pirosice ao briol nos pés. É muito estranha esta imagem para mim enquanto algarvio, mas é definitivamente mais um icone da Polónia.

2 comentários:

joao tavares disse...

concordo plenamente contigo, pois deparo-me com esse espetaculo todos os dias, ja varias vezes comentei com a minha namorada (polaca) sobre esse mesmo facto, de que nao ha dia em que eu nao veja pelo menos um a dois membros de uma familia polaca a uzar tais peugos e sandalias a passear pelas ruas de zakopane, claro que tambem se ve muita gente com botas de montanha (nao fosse zakopane os alpes polacos) lol mas como dizes essa imagem repete-se por toda a polonia, estive tambem no norte em elblag e mesmo junto da praia nao e muito dificil de avistar alguem com os pes cobertos pela peuga e a sandalia... engracado para o portugues habituado a uzar chinelos e se fosse mais comodo acredito que ate sem eles andavam :P

Lena disse...

Pois é as mulheres também usam com sandálias, para nós (tugas) fica esteticamente mal, mas a razão que eles dizem é para não escorregarem e digo-vos já o fiz e até se percebe!!!