sábado, 27 de dezembro de 2008

Olha o balão, na noite de Natal

Estas férias têm sido pródigas na recuperação de várias tradições que há muito não vivia, nomeadamente a tradição de ir à Praia de Faro após a meia-noite de Natal. O Vitinha abre as suas portas para receber uma multidão de amigos que lá bebem as imperiais da ordem para rematar uma noite de rancho melhorado. Lá encontrei os rostos do costume atrás das torneiras de imperial e algumas caras de sempre entre os copos de plástico, conversa para pôr em dia e relatos da terra distante para contar aos curiosos.

Notei que alguns elementos da "velha guarda" faltaram à chamada, por preguiça ou por impedimentos de ordem familiar. Constatei que por um momento olhei em meu redor e não vi semblantes conhecidos, só pessoal que nunca havia visto naquela reunião e que vão substituindo os habitués num claro sinal dos tempos. Quando cheguei a esse ponto olhei para o relógio e como acusava 2:30 da manhã pensei em recolher a casa, logo mudei de ideias ao identificar o motivo do bruá que se sentiu naquele instante. Era o balão!

Há muitos anos que, faça chuva, vento ou bom tempo, pela noite de consoada lança-se um balão de ar quente ao céu da Praia de Faro. Não sei de quem partiu a ideia mas sei que o Tó Quintas tem-na mantido viva e a romaria à Praia para "ver o balão" já faz parte do cardápio de Natal da cidade de Faro. As televisões vêm cobrir o acontecimento, são muitos os mirones que se assomam para ver a subida dos balões e que aplaudem o sucesso da iniciativa. Vários carros estão estacionados com os seus sistemas de som a derramar batidas fortes e emprestam um certo ar de discoteca open-air ao local enquanto muitos jovens bebem o seu vinho, comem bolo-rei ou fumam loitas sentados no muro da praia. Tudo no maior relax, ambiente de paz e harmonia, cada um a curtir a sua e a preocupação só chega quando alguém telefona a comunicar que a Brigada de Trãnsito está na ponte ou na Rotunda do Aeroporto. Eu sempre fui cliente assíduo destas noites mas, por obra e graça das bezanas, em mais de 10 anos que este evento tem, eu nunca havia testemunhado o lançamento do dito balão.

Este ano a noite estava bela, nem uma brisa soprava e tampouco as nuvens apareceram. Consegui ver o lançamento, não de um mas de três balões que levaram consigo certamente muitos desejos e esperanças de todas as pessoas presentes para o novo ano. Eu atei um ou dois pedidos na cauda de um dos balões que subiu na vertical, subiu imenso até se confundir com uma das estrelas que brilhava no céu límpido de Dezembro no Algarve.

Assim é o Natal em Faro, perto do mar como no resto dos dias.

2 comentários:

Anónimo disse...

Olá. Somos a TURMA LUSA DE LISBOA, uma pequena equipa organizada que mantém a arte e tradição na construção e lançamento de balões sanjoaninos. Gostaria de saber se haveria possibilidade de conseguir fotos dos balões do Tó Quintas desse Natal passado, afim de termos guardado em nosso arquivo, pois futuramente estamos a pensar em lançar um site somente dedicado ao balão sanjoanino. Já possuimos umas centenas de fotos guardadas, mas gostaria de poder obter mais fotos dos balões que se lançam na região do Algarve. Queremos um dia unir todos os aficcionados desta arte, para quem sabe até criarmos uma associação nacional de baloeiros que congregue varios adeptos desta tradição.
Nosso e-mail é:
turma.lusa@hotmail.com
Informo que também lançamos o nosso 1º balão de 2009, justamente na passagem do ano em Sesimbra.
Com um abraço, despeço-me aguardando resposta.
Chico Carioca
TURMA LUSA DE LISBOA
"Balão no céu, alegria na terra"

Diogo Pessoa de Andrade disse...

Vamos divulgar a tradicao da noite de natal mais bonita! O balao na praia de faro. Vamos votar pois a melhor tradicao tem direito a uma curta metragem......Clica aqui neste link e participa>

http://www.movimentosim.com/simnatal/detalhe.aspx?traditionId=85

E divulguem.... bora la...

Diogo