domingo, 2 de dezembro de 2007

Andrzejki - Dia de Santo André


O dia 30 de Novembro é dia de Santo André, o santo patrono da Escócia, Grécia e Rússia, mas que tem um significado muito importante na cultura polaca.

No primeiro dia de Dezembro inicia-se o "advent", um período de reflexão e introspecção que dura até ao Natal. Nestes dias as festas não são tão vigorosamente vividas e as pessoas procuram ser mais comedidas em eventuais comemorações como aniversãrios, casamentos ou efemérides do género. Devido à existência deste período de tempo mais sereno, o último dia antes do início do mesmo é aproveitado para valentes borgas ou manifestações culturais de outra ordem. Os "Andrzej" deste país reúnem em casa amigos para festejar o dia do seu nome, após o que saem todos à rua para assistir aos mais diversos espectáculos oferecidos em toda a Polónia ou apenas para beber copos. Cumprem-se algumas tradições, como derramar cera de vela fervente num pote de água fria pelo buraco duma chave e teorizar sobre a forma que a cera ganha depois de solidificada na água. Normalmente essas teorias incidem sobre os possíveis casamentos de jovens ou acontecimentos relacionados com o trabalho.

Este ano o "Andrzejki" calhou numa sexta-feira, curiosamente enquanto alguns "muninos" passeavam-se alegremente pela mágica Cracóvia depois de terem feito escala em Varsóvia, vindos directamente de Old Trafford, para darem-me um alô e jantarmos juntos. Na sexta fui largado pela Iza em Katowice e apanhei o comboio para Cracóvia onde já me esperava a turma liderada pelo grande Giga. O Artur queixava-se do frio, o Rui tinha a vasilha desfeita desde Inglaterra mas tudo isso foi aliviado com uma generosa oferta da Burn efectuada assim que entrámos na rua Floriańska. Botámos a garrafa abaixo e fomos directos à noite, animada como sempre nesta terra. O plano era experimentar bares e discos diferentes pois, somando todas as visitas a Cracóvia, só conheço 2 ou 3 sítios. São os bons, para quê inventar?
A noite começou no Prozak e acabou... no Prozak. Foi mais uma vez 5 estrelas (alguma vez não será?!) para não dar cabo da impressão que tenho da cidade. Cracóvia é de outra galáxia e os "boys" foram mais uma vez parte das suas estrelas.
E eu cumpri a tradição do meu país adoptivo. É prá festa? Buga prá festa!
PS - A Iza encontrou o Sporting - U. Leiria no Polsat Sport e pude papar o joguinho refastelado no sofá. Foi o que precisava para pôr uma cruz no meu clube, decretei um mês de embargo ao Sporting na minha casa. Como se diz na minha terra, "o que é demais é demasiado!"

1 comentário:

Giga disse...

Dobrze Sovi, grande noite em Krakow.Foi a noite de Andrzej,e não só, foi mais uma noite em que 4 Farenses passearam a sua classe pela cidade luz,a 2ªcidade do mundo!
Eu admito,que estou entregue à beleza,categoria e alegria daquelas caves,daquele frio exterior,do próprio rio Wisla que trás vida e vitalidade a uma cidade com um calor por si só já visível. Apesar das suas temperaturas negativas que fazem com o sangue que nos circula nas veias flua com mais rapidez, e o coração bata bruscamente para não arrefecer,há algo que nos dá prazer,que não seja o simples beber de uma ou 2 piwas......Dobranoc amigo,e parabéns pelos teus 34 anos de uma linda vida.Até morrer sovi aléz,até morrer Sporting,até morrer Krakow aléz,Krakow aléz até morrer...:-)
Giga,Faro