quarta-feira, 14 de maio de 2008

Vergonha é de cão

Sábado aterro em Faro para uma potente despedida de solteiro. Vai ser muito bom rever os amigos, jogar uma pelada com eles, bater peitada na praia, jantas mil e uma final de Taça logo no dia seguinte em casa do Giga para viver as emoções da bola tuga de que tantas saudades tenho.

Espectador distante mas atento, tenho seguido com interesse os apitos finais do nosso futebol e a sensação que tudo "isto" me dá é... pena. Tenho muita pena que uma coisa tão bonita como é o futebol esteja a ser estragado por tanta gente que de bola nada percebe. Só quem viveu os problemas do interior dum balneário é que sabe o que é o futebol; Só quem passou noites e dias à chuva e vento, treinando afincadamente para ganhar lugar na equipa ao Domingo é que sabe o que é o futebol; Só quem escondeu a dor dos ossos torcidos e músculos moídos para que a equipa não vacilásse é que sabe quem é o futebol; Só quem chorou uma descida ou beijou um título é que sabe o que é o futebol; Só quem fica em casa de azia quando perde ou enche o peito e sai à rua de perna arqueada quando ganha é que sabe o que é o futebol.

Porque sinceramente, coisas como estas, estas e estas pouco têm a ver com futebol. Têm a ver com a falta de pudor e impunidade das pessoas, com a justiça-fantoche que existe em Portugal, com a corrupção implementada em todas as instâncias e em todos os Poderes (jurídico e executivo, por exemplo) do País. Isso sim, mas com a bola que salta na relva... pouco ou nada.

Tão-se redondamente cagando para a nossa conversa, essa é que é essa...

1 comentário:

Zé da Bola disse...

Caro compatriota apesar de ter sido jogador de bola das tardes de fim de semana, e isso esporadicamente, concordo plenamente com o que dizes. Nunca fui federado mas sempre fui um adepto ferrenho do meu Benfica. Conheço os erros e as virtudes mas sinto um nojo enorme quando o nosso futebol e em tudo o que é justiça nada funciona. Sinto uma verdadeira vergonha com o dirigismo desportivo em Portugal. Enfim em Portugal vencer só se for mesmo à batota é por isso que temos um futebol pobre e uma liga pouco atractiva.
Já agora boa viagem até ao Algarve aproveita bem porque não dura para sempre.