sábado, 11 de setembro de 2010

Acontece

Jasna Por motivos de ordem burocrática vou ter de regressar a Faro daqui a duas semanas, o que não sendo aborrecido – nem pouco mais ou menos – também não vem na altura mais adequada tendo em conta o período de escassez de receitas que sempre vivo no verão.

No verão, escrevi, que em Varsóvia só o é cronologicamente porque meteorologicamente há muito que o sol abandonou a Europa de Leste… digo, a Europa Central (aqui não se pode dizer que a Polónia faz parte da Europa de Leste porque “isso é os ucranianos e os bielorrussos”, para todos os efeitos a Polónia é Europa Central) como os pássaros migrantes que voam para sul em busca de melhores temperaturas e de sóis mais generosos. O sol polaco é avarento e pouco calor dá ao seu país, já fez as malas e partiu para outras paragens deixando Varsóvia entregue às antipáticas nuvens que cobrem por completo o céu piorando o humor das pessoas devido à impiedosa chuva que delas cai.

Varsóvia vive também tempos de alteração não apenas climática mas também urbanística, parece que as obras relativas ao Euro2012 arrancaram em grande velocidade e a cidade transformou-se numa gigante obra metropolitana onde o melhoramento do piso das ruas é o prato principal como aqui ilustro nesta imagem obtida na rua EmiliiEmilii Plater Plater, artéria muito importante da Cidade Capital por percorrer o quarteirão onde se localizam a Estação Central, O centro comercial Złote Tarasy, o hotel Intercontinental e a Sala Kongresowa. Também a construção de novos arruamentos tem protagonismo nestas obras, o novo acesso ao aeroporto paralelo à rua Marynarska vai desafogar um pouco o complicado trânsito do bairro empresarial de Służewiec e permite caminhos alternativos para chegar a Okęcie. Por trás do rio vê-se o Estádio Nacional a ganhar forma a ritmo compassado, a segunda linha do metropolitano que vai ligar as duas margens do rio entre Powiśle e o Estádio vai arrancar neste trimestre (até já me faz pensar em comprar casa em Białołęka), Varsóvia muda a cada minuto que passa e eu sinto-me honrado por poder testemunhar a metamorfose da cidade, vai ser melhor viver cá daqui a dois anos.

Karts A chuva cai e o calor hoje não vai passar dos 18º, em Faro prevê-se 31º. Procuro não dar importância a isso para não me enervar, já me basta o jogo esta noite e uma festa posterior (dependendo do resultado) onde se irá jogar uma cartada importante no meu projeto de DJ nesta terra. Ao pensar nisso estranhamente a neura alivia-se, em Faro está mais calor mas é em Varsóvia que as coisas acontecem, como uma corrida de karts em plena Praça Trzech Krzyży em pleno centro económico da Capital. E tantas são as coisas que (me) acontecem nesta cidade…

2 comentários:

Ricardo Taipa disse...

Mas ainda há duvidas que a Polónia é Europa Central? :))

Ryan disse...

Olha que venham os karts... e depois uma viagem a Portugal é sempre bem vinda.