quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Quando a coisa não está fácil

Estimados e amigos leitores, isto não está fácil.

Não está fácil encontrar tema para escrever na medida que, com o passar do tempo, as coisas que antes me surpreendiam tornaram-se comuns e o que era surpresa é banal nos dias que correm. Se ao princípio trabalhar como professor de Língua Portuguesa era um desafio extraordinário presentemente é um ganha-pão como qualquer outro. Se no começo eu achava incrível incendiar pistas de dança nas minhas atuações como DJ agora acho incrível quando tal não acontece.

Tenho tido dificuldade em arranjar temas sobre os quais valha a pena escrever sem resvalar na fácil tentação de converter o mishanapolonia num blogue de notícias. Não é esta a natureza deste espaço, este é um blogue sobre as impressões de um algarvio a viver na Polónia e tal facto causa(-me) cada vez menos impressão. Não quero falar do frio nem da vodca, não quero falar de louras nem da Segunda Guerra, são temas explorados e expirados. Daí que decidi fazer uma pausa e repensar a utilidade e essência do blogue por forma a não perder fidelidade nem qualidade de escrita.

Por outro lado, as ocupações ditas profissionais – não me considero um ‘empregado’ de ninguém tal como a palavra é geralmente compreendida – consomem fatias cada vez maiores do meu tempo. Felizmente ambas as carreiras têm vindo a descolar e os dias são passados em corridas constantes entre o computador, as aulas e discotecas, isto quando não há treinos de futebol. Portanto como pode o leitor constatar pela inexistência de artigos recentes, isto não está fácil.

Voltarei em 2016 com uma nova ideia para o mishanapolonia, ideia que ainda não a tenho mas com certeza há-de aparecer. Até lá, então.

1 comentário:

Ricardo Taipa disse...

Bem, como tudo na vida, há um principio e um fim mas espero que seja apenas um, digamos, retiro sabático...

Em 2007 quando comecei o meu blogue, o teu e o do Geraldo Geraldes, o Divina Polónia foram a fonte inspiradora.

Compreendo e partilho os teus motivos para ponderar a existência ou continuidade deste espaço de leitura, o mesmo me ocorre e de facto com o passar dos anos a novidade dilui-se e já não vemos a Polónia com os olhos de um estrangeiro. Por isso o meu blogue é hoje em dia uma "vox populi" lusa deste país mais do que os fait-divers que dão cor e porventura interesse aos leitores mas como gosto de escrever...

Gostaria no entanto de te deixar uma sugestão. Talvez seja tempo de ler o Nuno Bernardes, apenas isso. Se tiver a Polónia tem mas pode ter Portugal, Inglaterra, a tua paixão pelo SCP e tudo aquilo que te faz uma pessoa tão interessante de ler e de conhecer.

Ontem criei uma conta no Twitter para o Um Português na Polónia e talvez seja o futuro, mais do que um complemento do blogspot.

É cada vez mais raro encontrar quem escreva bem em lingua portuguesa, de Portugal, fora dos círculos intelectuais e dos jornais e media nacionais.

Perderemos porventura um blogger que escreve sobre a Polónia mas ganharemos o Nuno Bernardes? :)

Finalizo com uma citação de Lord Byron: "If I don't write to empty my mind, I go mad".

Abraço de amizade e até já.