sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Por que eu adoro ser algarvio

Diálogo num restaurante conhecido de Faro entre uma cliente e um funcionário. Ela típica turista de agosto, insuportável pronúncia alfacinha, petulância a escorrer por cada madeixa oxigenada. Ele filho de Faro, a escola toda, a língua afiada como o sabre dum samurai:

(diálogo transcrito com as pronúncias pessoais dos intervenientes)

- Então e que páixe táim?

- Temos sardinhas, carapaus, sargues, doradas, pêxe-espada, rbales, atum, raia e crvina.

- Ah… Mas só tem essas qualidades de páixe?

- Bem, realmente vocês no oceanário têm mais.

- (silêncio a digerir a resposta) Hmmm… pode ser sardinhas.

Algarvio devia ser nacionalidade, adoro a minha malta!!

2 comentários:

Blog do Careca disse...

Me deu vontade de conhecer sua terra natal!! Abraços

Anónimo disse...

Eheh